Jejum intermitente: bom ou ruim?



Já alguns anos estudos apontam que comer menos, ou seja, restrição calórica, pode diminuir o risco de doenças. 

Estudos em macacos mostraram que diminuir de 30-40% o nível de comida ativa um complexo proteínas – as sirtuinas – que ajudam a prevenir o envelhecimento celular. Nos últimos anos as pesquisas também tem demonstrado que o jejum pode ajudar a promover benefícios interessantes para a saúde,  como redução da inflamação, melhora da resistência insulina, ação antioxidante, ativação da biogênese mitocondrial, aumento do BNDF e auxiliar no emagrecimento. Vale ressaltar que nem todos podem ficar muito tempo em jejum e antes de começar qualquer protocolo busque orientação profissional. Assista o vídeo na íntegra e saiba sobre o assunto. Mais informações: www.clinicahigashi.com.br

Jejum intermitente: bom ou ruim? Jejum intermitente: bom ou ruim? Reviewed by ADM on julho 19, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.